Olhar MeninoA visão é a capacidade de visualizar algo, de distinguir coisas através de imagens e aprimorar a percepção do mundo. Os olhos são os órgãos responsáveis por essa função.

Como Funciona a Visão

A visão é a percepção de radiações luminosas, os olhos captam a luz, transformam essa energia luminosa em impulsos nervosos, e essas informações são passadas ao cérebro, para que lá sejam interpretadas as luzes, formas e cores contidas na imagem.

Os raios de luz penetram pela córnea, que possui um grande poder de focalização, a íris regula a quantidade de luz que entra nos olhos, aumentando ou diminuindo o tamanho da pupila. A luz percorre através do cristalino, que faz o ajuste do foco sobre a retina. A retina transforma a luz em impulsos elétricos, que são levados pelo nervo óptico até o cérebro.

A camada mais exterior, que é dura e mantém o formato do olho, é chamada de esclera. Na esclera estão ligados os músculos que movem o olho, chamados de músculos extra-oculares, e ela possui também diversas partes frontais, entre elas a córnea. Toda a luz passa primeiro pela córnea ao entrar no olho.

A segunda camada, é o coróide, onde se encontram os vasos sanguíneos que fornecem sangue às estruturas. O coróide possui duas estruturas: o corpo ciliar e a íris.

O corpo ciliar é uma região muscular que se conecta ao cristalino. Quando o foco precisa ser ajustado, ele se contrái e relaxa, controlando o tamanho do cristalino, que é uma lente gelatinosa e elástica, que focaliza a luz que entra no olho.

A íris é a parte colorida do olho, é um diafragma que se ajusta ao redor da pupila, e possui dois músculos: o músculo dilatador, que faz com que a íris fique menor, e a pupila maior, permitindo que entre mais luz no olho, e o músculo esfíncter, que faz o processo contrário, deixa a íris maior e a pupila menor, permitindo que entre menos luz no olho.

A camada mais interna do olho, é composta pela retina, que é a porção do olho que percebe a luz. É na retina que se encontram as células bastonetes, responsáveis pela visão em condições de pouca luz, e as células cone, que são responsáveis pela visão de cores e detalhes.

No centro da retina, está a mácula, onde se encontra a fóvea central, que é responsável por enxergarmos facilmente detalhes específicos. Na retina encontra-se também, um composto químico chamado rodopsina, que é responsável por converter a luz nos impulsos elétricos, que o cérebro interpreta como visão. As fibras nervosas quando unidas, formam o nervo ótico, que conduz os impulsos elétricos ao cérebro.

A umidade do olho é mantida por uma mucosa, chamada de conjuntiva, que cobre a superfície interna das pálpebras e da esclera. A conjuntive é uma infecção causada nessa área. As lágrimas são produzidas pelas glândulas lacrimais, que se encontram acima do segmento exterior de cada olho.

O olho pode se movimentar em várias direções maximizando o campo de visão, e existem seis músculos que controlam esses movimentos, e são ligados à esclera: reto medial, reto lateral, reto superior, reto inferior, oblíquo superior, e oblíquo inferior.

Os olhos são muito importantes para o ser humano e é necessário protegê-los dos raios ultravioletas para que não ocorram doenças indesejáveis. Realize seu exame de vista periodicamente e utilize óculos de sol com qualidade quando estiver exposto aos raios solares.

Cegueira

A falta de visão é determinada como cegueira, que pode ser total ou parcial. São vários tipos de cegueira, dependendo do grau e do tipo de perda da visão. Ela pode ocorrer por lesões no próprio olho, nas vias ópticas ou nos centros nervosos superiores.

São quatro tipos de doenças que podem causar a cegueira: doenças infecciosas, doenças sistêmicas, traumas oculares e causas congênitas. Um exemplo de doença que atinge os olhos é a miopia.

A perda desse sentido, faz com que o tato seja altamente desenvolvido nos cegos, pois dependem dele para sentir e distinguir as coisas, já que não podem vê-las. Outra opção que pode ser utilizada é a dos cães guias, cachorros adestrados que auxiliam o dono em suas atividades.